segunda-feira, dezembro 19, 2011

The Donnas *Discografia Comentada*

Brett Anderson, Allison Robertson, Maya Ford e Torry Castellano eram amigas desde o colegial, em Palo Alto na Califórnia e fãs incondicionais de punk rock. Aos 14 anos começaram a se reunir para tocar, fazendo músicas com letras provocantes e... continue lendo

Fonte dos comentáros referentes aos albuns: G33Ks 


The Donnas (1997)

É bastante clara a influência dos Ramones no som da banda nesse CD, punk clássico de guitarra “reta”, bateria simples, baixo marcado, e letras simples com vocais pouco trabalhados. Diversão enérgica, com aquele clima de descompromisso e leve revolta de qualquer boa banda punk clássica.




American Teenage Rock n’ Roll Machine (1998)


Som mais roqueiro, direto, com riffs de guitarra mais trabalhados que o outro disco (não muito, mas não tão retos como antes), bateria simples com leves viradas e energia de sobra, o baixo bem marcado e letras simples. Bem divertido, vê-se que as garotas incorporaram mais elementos, mas permaneceram com seu som simples, que transparece diversão e energia.

 Get Skintight (1999)

 O som ainda mostra  influências de punk, porém o glam rock e o pop punk se mostram bem fortes e presentes, além disso a banda mostra que tem raízes no Hard Rock, inclusive tendo incluído um cover da banda oitentista Mötley Crüe no repertório do disco. Esse disco tem solos bem simples que se encaixam perfeitamente no som da banda.


Turn 21 (2001)


Riffs bem marcados, letras com clima festeiro, bateria recheada de pratos e uma caixa seca, baixo presente marcam esse disco que faz a passagem das The Donnas de um som mais influênciado por punk para um som mais Hard Rock/Glam.


Spend The Night (2002)


Mantendo a linha mais hard rock as garotas escancaram suas influências, como AC/DC e Kiss. Com riffs calibrados, bons solos, bateria consistente, baixo forte, letras legais que transpassam a alegria e o clima de festa da banda, poucos traços de punk são encontrados aqui, a banda se volta mais para o rock n’ roll e hard rock. Aqui está o maior sucesso comercial da banda com o hit Take it Off, que pode ser escutado no game Guitar Hero 1.


The Gold Medal (2004)

O som fica mais para frente, as meninas aumentam seus amplificadores, e se lançam de cabeça no som roqueiro, com quedas para um som mais acústico, as músicas são bem construídas e consistentes. Apesar de seus problemas de tendinite a baterista, Torry Castellano, realizou um ótimo trabalho aqui.



Bitchin’ (2007)

O som das garotas ficou ainda mais oitentista, elas se aproximam do Glam Rock do Kiss nos anos 80, bateria bem forte, riffs mais “farofa”,  refrões cheios de coros, baixo que cumpre bem seu papel. As garotas fazem a festa mostrando um amadurecimento, é visível  a evolução, afinal elas não poderiam continuar “adolecentes pra sempre”, sem dúvida esse é um bom disco, que remete o ouvinte ao som das bandas clássicas dos anos 80.

3 comentários:

  1. Que bom que tu postou a discografia. Tinha alguns álbuns que eu ainda não tinha ouvido. Agora vou ouvi-los. =]

    ResponderExcluir
  2. Oii, querida!!! AMO The Donnas, e AMEI seu post!! É um post de primeira, com comentários detalhados e bem definidos, que vão direto ao assunto e não 'enchen linguiça' (ADORO ISSO! rs!) É coisa de quem entende do assunto!!! ^^

    Ah! Comenta lá no meu blog, o "Entretenha a Mente". Postei uma crítica sobre a nova temporada de "Dois Homens e Meio" ("Two and a Half Men"): ->> http://artes-e-entretenimento.blogspot.com/

    Conto com você, minha linda!!! ^^
    Mil beijos.
    Mari.

    ResponderExcluir