quinta-feira, novembro 03, 2011

Rock pelo Direito ao Aborto


Navegando na internet e buscando cada vez mais informações sobre bandas femininas e feminismo, encontrei um blog que em poucas postagens mostra como o rock, enquanto estilo musical, faz sua parte disseminando idéias e conceitos, nesse caso, relacionado ao direito ao aborto. Resolvi então postar algumas músicas aqui, dando os devidos créditos ao blog Rock Pelo Direito de Decidir.








Kaos Klitoriano - Direito ao Aborto



Seu corpo não pertence a nenhum estado
Ou igreja e sim a você mesma
Não dê ouvidos a entidades conservadoras
Que te chamam de devassa e pecadora

Ninguém a não ser você
Sabe o que é melhor para sua vida
Lute pelo seu direito ao aborto!
Seu direito ao aborto!

Lute pelo seu direito ao aborto!
Seu direito ao aborto!
Aborto não é crime
E sim uma necessidade

A proibição gera mais sofrimento
Ninguém vai deixar de abortar por ser proibido
Lute pelo seu direito ao aborto!
Seu direito ao aborto!

:: Mais sobre Kaos Klitoriano AQUI  ::


Bulimia - Nosso Corpo Não Nos Pertence



Moralistas sempre querendo nos proibir nos inibir de todo prazer
Usam Deus para nos fazer broxar nos cercam de fantasmas
Você está sendo vigiada!
Masturbação é tabu, é anormal, é pecado
Fora isso só podemos consumir as drogas fornecidas pelo estado

Nosso corpo não nos pertence

Libertação sexual é só uma farsa voltada aos interesses dos homens
Unicamente aos interesses dos homens
Aborto é crime, suicídio é ilegal
Fora isso só podemos consumir as drogas fornecidas pelo estado

Nosso corpo nao nos pertence!
NãããO!


Infect - Respeite A Escolha



Como você pode julgar se não consegue sentir?
Como você pode aceitar se não consegue sentir?
É incrível, "vamos respeitar o feto e destruir milhares de vidas"
Mulheres mortas, crianças nas ruas
Talvez isso pra você não signifique nada diante da "vida" que tem que ser salva
e que a mulher morra...
Só queremos a escolha e a liberdade da mulher de não ser morta.


L7 e o Rock For Choice 
 Em 1991 as integrantes do L7 criaram a fundação Rock for Choice, para defesa das liberdades civis e dos direitos da mulher, como a legalização do aborto. O festival Rock for Choice contou com concertos beneficentes de bandas de peso e amigos pessoais do L7 como Pearl Jam, Joan Jett, Hole e Red Hot Chili Peppers.  


A banda também organizou o álbum Spirit of'73: Rock for Choice, que foi um trabalho gravado ao vivo no qual bandas femininas dos anos 1990 fizeram covers de bandas femininas da década de 1970. O título do álbum foi inspirado pelo julgamento em 1973 nos EUA, Roe x Wade, no qual a decisão acabou legalizando o aborto no país. 

Pearl Jam - Just a Girl



Essa música faz crítica aos protestos de "pró-vida" em clínicas. A personagem da música é uma adolescente grávida que procura o serviço de aborto e não obtém acesso. A letra não é óbvia, mas o posicionamento pro-choice do vocalista Eddie Vedder não deixa margem para interpretação contrária. Ótima música!

9 comentários:

  1. Olá !Eu particularmente sou contra o aborto , e a favor da adoção.Essas mulheres poderiam usar métodos contraceptivos ou , como eu disse , dar a luz a essas crianças mas mandar pra adoção . Gostaria de saber sua opinião sobre isso !
    A propósito , seu blog é ótimo ! Parabéns !

    ResponderExcluir
  2. Cacetada nunc aia imagianr que tinha tantas bandas feministas assim.deu ate uma ideia para uma tirinha.

    Blog de Quadrinhos e tiras
    http://www.desagrupador.com.br

    ResponderExcluir
  3. Muito bem hein... curti as musicas... são questões sérias q poderiam e deveriam ser mais abordadas no nosso país... mas enfim...

    Siga e comente o blog:
    http://rickyoz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Seeu blog é otimo! Porém eu não acredito que o aborto seja a melhor alternativa, pois ninguem tem o direito de tirar uma vida!

    ResponderExcluir
  5. Sou contra o aborto, mas a música ficou muuuuuuito legal!!! Rock na veiaaaa!!

    ResponderExcluir
  6. Legal a primeira banda. Não conhecia, achei muito boa mesmo.

    ResponderExcluir
  7. não faz meu estilo
    mas sucesso ae
    provasetrapacas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Acho que o aborto deveria ser tratado como questão de saúde pública... e não como algo relativo à moral, apesar de não achar a melhor opção, em alguns casos.

    Em estupros ou casos de gravidez de risco, acho aceitável. Agora, se as pessoas foram irresponsáveis e não se preveniram, acho errado abortar a criança - que não foi responsável pela irresponsabilidade dos pais... Mas aí é uma questão de opinião pessoal.

    Interessante a postagem e as bandas.

    ResponderExcluir
  9. Bom, eu sou contra o aborto.
    "Ninguém a não ser você
    Sabe o que é melhor para sua vida" Sabe o que é melhor pra sua vida, mas e a vida que carrega no ventre? Aborto diz respeitos a DUAS vidas, hoje em dia existe vários anticoncepcionais. E informação é o que não falta também, tem TV, internet, rádio, Médicos, ETC.
    O Blog ta foda, parabéns!
    She hoos go ta detonando! \o
    Abração!

    ResponderExcluir