terça-feira, março 08, 2011

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

A ideia da existência de um dia internacional da mulher surge na virada do século XX, no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial, quando ocorre a incorporação da mão-de-obra feminina, em massa, na indústria. As condições de trabalho, frequentemente insalubres e perigosas, eram motivo de frequentes protestos por parte dos trabalhadores.

O primeiro Dia Internacional da Mulher foi celebrado em 28 de Fevereiro de 1909 nos Estados Unidos, por iniciativa do Partido Socialista da América, em memória da greve das operárias da indústria do vestuário de Nova York mortas em função do protesto contra as más condições de trabalho.O dia da mulher passou a ser celebrado em diferentes datas. No dia 25 de Março de 1911, um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist mataria 146 trabalhadores - a maioria costureiras. O número elevado de mortes foi atribuído às más condições de segurança do edifício. Este foi considerado como o pior incêndio da história de Nova Iorque, até 11 de setembro de 2001.Em 8 de março de 1917 , a greve das operárias da indústria têxtil contra a fome, contra o czar Nicolau II e contra a participação do país na Primeira Guerra Mundial precipitou os acontecimentos que resultaram na Revolução de Fevereiro. Leon Trotsky assim registrou o evento: “Em 23 de fevereiro (8 de março no calendário gregoriano) estavam planejadas ações revolucionárias. Pela manhã, a despeito das diretivas, as operárias têxteis deixaram o trabalho de várias fábricas e enviaram delegadas para solicitarem sustentação da greve. Todas saíram às ruas e a greve foi de massas. Mas não imaginávamos que este ‘dia das mulheres’ viria a inaugurar a revolução”.

Após a Revolução de Outubro, a feminista bolchevique Alexandra Kollontai persuadiu Lenin para torná-lo um dia oficial que, durante o período soviético, permaneceu como celebração da "heróica mulher trabalhadora". No entanto, o feriado rapidamente perderia a vertente política e tornar-se-ia uma ocasião em que os homens manifestavam simpatia ou amor pelas mulheres - uma mistura das festas ocidentais do Dia das Mães e do Dia dos Namorados, com ofertas de prendas e flores, pelos homens às mulheres.No Ocidente, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado durante as décadas de 1910 e 1920. Posteriormente, a data caiu no esquecimento e só foi recuperada pelo movimento feminista, já na década de 1960, sendo, afinal, adotado pelas Nações Unidas, em 1977.

Fonte: Wiki

Feminismo é o movimento social que defende igualdade de direitos e status entre homens e mulheres em todos os campos.

"Hoje nós podemos questionar as bases do pensamento ocidental porque houve um grupo de mulheres que queimou sutiãs em praças públicas. O sutiã simbolizava uma prisão, uma camisa- de-força, a organização social que enquadra a mulher de uma maneira e o homem de outra. A simbologia é essa: vamos queimar a camisa-de-força da organização social que aprisiona a mulher"

"Não é verdade que as mulheres estão envolvidas numa luta diária em busca de uma beleza sobre-humana, que depois oferecem às carícias de um macho sub-humano e feio?"
Germain Greer, feminista australiana

"O que quer que as mulheres façam, há que fazê-lo duas vezes melhor que os homens para que seja considerado como tendo metade do valor."
Charlotte Whitton, 1896-1975, escritora e política canadiana, em Canada Month, Junho 1963

"Não quero que as mulheres tenham poderes sobre os homens; apenas que tenham poderes sobre si mesmas."
Mary Wollstonecraft, 1759-1797, percursora do feminismo, A vindication of the Rights of Women

Mulheres, vamos valorizar o que as nossas antepassadas conquistaram.E vamos continuar lutando por novas conquistas, o machismo ainda não foi abolido, queremos igualdade!

13 comentários:

  1. É o que sempre digo: as nossas antepassadas lutaram tanto, e até morreram pelo ideal de igualdade feminino, e o que muitas mulheres fazem: jogam tudo na lata do lixo. Porque quem fica expondo o corpo, se sujeitando a denominações vergonhosas, como melancia, jaca e sei lá mais o quê, está fazendo isso, está se expondo como objeto sexual e alimentando o machismo. Muitas dirão que são livres para fazer o que querem... mas é preciso saber usar a liberdade.

    Desejo a todas que se valorizam como mulheres e como seres humanos, um ótimo dia. E que daqui para frente, tenhamos muitas conquistas.

    ResponderExcluir
  2. Bom artigo, parabéns a todas as Mulheres! :)


    www.nadapago.com

    ResponderExcluir
  3. Imagine o mundo sem a mulher :(

    www.nadapago.com

    ResponderExcluir
  4. Muitooooooooo Bom o blog....


    ADOREI !!!!!!!!!!!!1

    To seguindo...

    Segue ai http://allseriestuff.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. As mulheres vem ganhando mais e mais espaço a cada década que passa, hoje em dia temos tanto direito quanto os homens em todas áreas, muito bom seu texto!

    ResponderExcluir
  6. muito legal o post...naum conhecia a historia do dia internacional da mulher...pena que passou tanto tempo sem ser comemorado...os rusxsos são muito fodas mesmo...gostei bastante da ideia do dia ser algo parecido com o dia das mulhres onde elas são cortejadas e bem tratadas...o dia naum têm mais essa conotação e isso é problema...

    ResponderExcluir
  7. Parabéns a nós!! Elas realmente lutaram e hoje são lembradas ainda não como deveriam! As tvs não se preocupam mais em mostrar os devidos fatos e anseios, isso é lamentável. :/
    Seguindo, querida.

    ResponderExcluir
  8. Mulheres....ruim com elas...pior...muito pior sem elas !!!

    parabens pelas conquistas !

    http://universovonserran.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. o melhor dia do ano..
    deveria ser feriado.
    http://hrdoblush.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá! aceito fazer parceria sim, me avisa pro comentário quando estiver tudo certo. Bjos ;* seguindo :p

    ResponderExcluir
  11. A mulherada está acomodada, atualmente querer o mesmo direito do homem virou piada. E as feministas são consideradas "sapatões", o mundo precisa mudar muito, mas vai demorar pra aquele objetivo real de querer mudar mesmo voltar. Mas é cada mulher fazer sua parte. Lutando para os ideiais!

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto!
    parabens mulherada...
    tem que ser assim mesmo lutar pela igualdade...

    ResponderExcluir